www.conjecturasppms.com.br
Domingo, 16 de Maio de 2021 01:03
67.9.9104.2950
Geral LADO POSITIVO

Família Jamil Georges tem história de investimentos, geração de emprego e renda em Ponta Porã e região

Empresas da família sempre geraram emprego, renda e sobretudo oportunidades de crescimento em toda a região de fronteira

19/04/2021 16h51 Atualizada há 4 semanas
Por: Redação Fonte: REDAÇÃO
Fahd Jamil
Fahd Jamil
Carta de Fahd Jamil
Caption

Carlos Monfort

Reportagem Especial

 

Em um dia tido como histórico por conta da decisão do empresário Fahd Jamil em se entregar à polícia acusado de crimes, toda a fronteira lembra do lado positivo da família Jamil Georges, que durante décadas fez investimentos, geraram emprego e renda em Ponta Porã e em toda a fronteira nos mais diferentes ramos do comércio.

O patriarca da família, senhor Jamil Georges foi comerciante do ramo de panificação em Pedro Juan Caballero e também atuou em outros negócios do comércio, atividade comercial esta vinda da tradição de seu país de origem.

Aliás, o comércio sempre foi um setor atuante de toda a família, seja em pequenos, médios ou grandes investimentos.

No início do século passado, lá pelos idas décadas de 1920 e 1930, o casal Jamil e Zine Georges chegavam à fronteira juntamente com outras famílias buscando horizontes para trabalhar e criarem a família.

Desse projeto, surgiram vários empreendimentos. Jamil e Zine tiveram sete filhos: Fhad, Farid, Nazle Georges Tobi, Camil, Abdo, Ivone, Soad, Nasser e Gandi Jamil, todos empresários bem sucedidos em suas respectivas áreas de atuação.

Gandi Jamil Georges autou também na vida pública, tendo sido deputado estadual, deputado federal e candidato a governador do Mato Grosso do Sul no início da década de 90.

INVESTIMENTOS

Dentre as várias empresas administradas pela família, podem ser citadas a Eximporã Agropecuária, Eximporã Cafetalera, Eximporã Imóveis, além de empresas de médio porte como de transporte coletivo, haras, tanto no lado brasileiro quanto no paraguaio da fronteira entre Ponta Porã e Pedro Juan Caballero.

Fahd Jamil sempre teve forte atuação no ramo de importação e exportação de vários produtos. Os irmãos também atuaram em empresas de grande movimentação financeira, como o grupo Eximporã, responsável pela administração de vários negócios.

Apesar de irmãos, os sete sempre tiveram administração própria de seus negócios independente do ramo de atuação, alguns em sociedade mas a maioria com iniciativa privada individual.

Na região de Yby-Yau no Paraguai, a família Jamil Georges chegou a montar uma pequena vila de casas para seus funcionários diretos e indiretos. A Eximporã Cafetalera atuava no ramo de importação e exportação de grãos, dentre os quais café, mas os empreendimentos seguiam pela pecuária e agricultura com plantação de soja, milho e sorgo.

As acusações contra o empresário Fahd Jamil Georges são inegáveis e tramitam no âmbito da Justiça, mas por outro lado, o caminho positivo sempre esteve presente no lado empresarial com ações sociais diversas, a geração de emprego e renda marcaram a família.

Atualmente os sucessores dos irmãos Jamil Georges, filhos, netos e bisnetos atuam nos mais diferentes ramos na fronteira também com forte geração de emprego.

Antes de se entregar, nesta segunda-feira, 19, Fahd Jamil distribuiu uma carta entregue às autoridades:

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
-
Atualizado às 20h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (17/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Terça (18/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias