www.conjecturasppms.com.br
Sexta, 23 de Julho de 2021 14:52
67.9.9104.2950
Geral Mato Grosso do Sul

OCOP acelera tempo resposta das ocorrências em Campo Grande

Nos primeiros dias em operação, o programa OCOP (Obtenção de Capacidade Operacional Plena), da Policia Militar (PMMS), já surtiu efeitos no tempo r...

16/07/2021 15h50
Por: Redação Fonte: Secom Mato Grosso do Sul
Saul Schramm
Saul Schramm

Nos primeiros dias em operação, o programa OCOP (Obtenção de Capacidade Operacional Plena), da Policia Militar (PMMS), já surtiu efeitos no tempo resposta das ocorrências. O programa foi lançado na segunda-feira (12) pelo governador Reinaldo Azambuja, junto com a entrega de 48 novas viaturas, que já estão sendo usadas em diligências nas sete regiões de Campo Grande.

A nova estratégia de atendimento à população fez com que a Polícia Militar zerasse o número de ocorrências não atendidas na região metropolitana da capital. Segundo o coronel Macedo, na terça-feira (13), um dia após o lançamento do OCOP, nenhuma ocorrência ficou sem atendimento. No mesmo dia da semana passada, 21 ocorrências ficaram sem atendimento.

O comandante do Policiamento Metropolitano, coronel André Macedo, afirmou que o grande fluxo de ocorrências, o número de viaturas e a falta de setorização das equipes dificultava o atendimento de algumas ocorrências. “Pela setorização, onde a viatura roda pelo espaço geográfico menor, além de fazer a prevenção de maior qualidade, conseguimos atender em um tempo resposta mais hábil”, disse.

O Programa OCOP foi criado para coordenar e monitorar as viaturas em tempo real, tornando o atendimento mais ágil. Em uma “sala de situação”, sete policiais ficam monitorando as sete regiões de Campo Grande. Eles são os analistas de empenho responsáveis por direcionar as ocorrências à equipe policial que está mais próxima.

Campo Grande tinha, antes do lançamento do programa e a entrega de novas viaturas, 15 veículos nas ruas diariamente. Agora, o número praticamente triplicou, passando para 45 viaturas. Para o coronel Macedo, não é apenas o número de viaturas nas ruas que mudou a realidade do atendimento à população, mas também a estratégia de policiamento. “Essas viaturas, agora, se encontram setorizadas, e essa setorização tem por base diminuir a área de atuação delas para que elas possam ter uma execução muito mais eficaz naquele local, que ele também tenha uma proximidade maior com a comunidade onde estão trabalhando, isso facilita muito o trabalho do policial militar, e também dá mais tranquilidade para o cidadão”, disse.

Joilson Francelino, Subcom

Fotos: Saul Schramm

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
-
Atualizado às 20h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (24/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Domingo (25/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias